.links

.posts recentes

. No país do absurdo

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. (des)informação

. 1º ciclo

. aulas de substituição

. autarquias

. avaliação

. avaliação dos professores

. boatos

. carreira docente

. conselho das escolas

. conselho pedagógico

. dizer bem

. educação para a saúde

. educação sexual

. eduquês

. encarregado de educação

. ensino básico

. ensino secundário

. escola

. escolaridade obrigatória

. exames

. faltas dos professores

. gestão escolar

. horários

. indisciplina

. informática

. josé sócrates

. josé socrates

. manuais escolares

. ministério da educação

. ministra da educação

. política

. políticos

. professores

. programas

. prolongamento do horário

. provas de aferição

. rede escolar

. reuniões intercalares

. sindicatos

. sócrates

. tlebs

. violência nas escolas

. todas as tags

.número de visitas (desde 25/03/06)

Free Website Counter
Free Website Counter
Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2007

No país do absurdo

 No noticiário televisivo da uma hora vi um presidente de câmara  iniciar as "obras" de uma escola partindo um vidro da janela. Pela abertura entraram os operários que abriram as portas, permitindo que os encarregados de educação fossem buscar casacos que continuavam dentro do edifício, onde presumivelmente as crianças reiniciariam as aulas na próxima 5ª feira.

No Público on-line está o desenvolvimento da notícia. 

É absurdo, surrealista, incompreensível, patético.

A Câmara afirma ter a escola pronta; a DREN diz que falta a vistoria dos bombeiros e pede em Novembro que esta seja feita; a DREN diz que a vistoria tem que ser autorizada pela autarquia; a autarquia não manda fazer a vistoria; a autarquia inicia a demolição da escola; a DREN solicita que o governador civil mande lá os bombeiros fazer a vistoria;....

Ainda bem que não estamos na época de incêndios e os bombeiros estão  disponíveis.

Argumento de telenovela de 5ª categoria, com autores de má qualidade e actores sem jeito. 

publicado por Paulo às 21:33
link do post | favorito
|

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30