.links

.posts recentes

. A derrota

. Março de 2007. Lembram-se...

. O Estado a que chegámos

. O próximo passo

. Não será um caso de imped...

. O futuro está aí.

. Será que já batemos no fu...

. Uma acção de formação

. Três notas soltas

. Terminar a tarefa

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. (des)informação

. 1º ciclo

. aulas de substituição

. autarquias

. avaliação

. avaliação dos professores

. boatos

. carreira docente

. conselho das escolas

. conselho pedagógico

. dizer bem

. educação para a saúde

. educação sexual

. eduquês

. encarregado de educação

. ensino básico

. ensino secundário

. escola

. escolaridade obrigatória

. exames

. faltas dos professores

. gestão escolar

. horários

. indisciplina

. informática

. josé sócrates

. josé socrates

. manuais escolares

. ministério da educação

. ministra da educação

. política

. políticos

. professores

. programas

. prolongamento do horário

. provas de aferição

. rede escolar

. reuniões intercalares

. sindicatos

. sócrates

. tlebs

. violência nas escolas

. todas as tags

.número de visitas (desde 25/03/06)

Free Website Counter
Free Website Counter
Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

O currículo do 3º ciclo do Ensino Básico

Os alunos do 3º ciclo do ensino básico têm o seu tempo dividido por mais de uma dúzia de disciplinas. Muitas têm 90 minutos por semana, uma única vez, e outras estão divididas em duas aulas de 45 minutos.

Não consigo perceber como é que se pode aprender uma língua estrangeira com uma aula de 90 minutos uma vez por semana.

Ainda não há muitos anos, as disciplinas eram leccionadas três vezes por semana por se considerar que com duas aulas, nesse tempo com a duração de 50 minutos, os alunos não adquiriam um ritmo de aprendizagem favorável.

Actualmente há indicações para que nos horários, pelo menos a nível do Secundário, as aulas de língua estrangeira não sejam leccionadas em dias consecutivos, pois alguém, do alto seu saber, decidiu ser impróprio tal acto, já não considerando que exista tal problema com a Filosofia ou o Português. No entanto já se considera normal que um aluno aprenda francês, inglês ou espanhol com uma aula de 90 minutos semanais.

Claro que há escolas que contornam a situação. Aproveitam a aula de Estudo Acompanhado para, semanalmente, de forma sub-reptícia, acrescentarem um tempo a estas disciplinas.

Eu também acho preferível que os alunos tenham Francês, Geografia ou Ciências, em vez de estudo acompanhado, onde a maior parte das vezes, não estudam nada, seja com ou sem acompanhamento. Já não concordo com a forma como isto é feito. Porque não assumem estes Conselhos Executivos, perante a tutela, o absurdo deste currículo, explicitando estas atitudes tomadas? Porque fazem de conta que não há problemas com o currículo?

Esta submissão ao poder não ajuda nada a resolver os problemas.

Ajuda a que tudo continue na mesma, mas se calhar… talvez considerem não ser conveniente fazerem ondas.

publicado por Paulo às 17:51
link do post | favorito
|

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30