.links

.posts recentes

. A derrota

. Março de 2007. Lembram-se...

. O Estado a que chegámos

. O próximo passo

. Não será um caso de imped...

. O futuro está aí.

. Será que já batemos no fu...

. Uma acção de formação

. Três notas soltas

. Terminar a tarefa

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. (des)informação

. 1º ciclo

. aulas de substituição

. autarquias

. avaliação

. avaliação dos professores

. boatos

. carreira docente

. conselho das escolas

. conselho pedagógico

. dizer bem

. educação para a saúde

. educação sexual

. eduquês

. encarregado de educação

. ensino básico

. ensino secundário

. escola

. escolaridade obrigatória

. exames

. faltas dos professores

. gestão escolar

. horários

. indisciplina

. informática

. josé sócrates

. josé socrates

. manuais escolares

. ministério da educação

. ministra da educação

. política

. políticos

. professores

. programas

. prolongamento do horário

. provas de aferição

. rede escolar

. reuniões intercalares

. sindicatos

. sócrates

. tlebs

. violência nas escolas

. todas as tags

.número de visitas (desde 25/03/06)

Free Website Counter
Free Website Counter
Quarta-feira, 12 de Abril de 2006

Orgãos de (des)informação (II)

Afinal qual é o papel dos órgãos de informação? Será o de apenas retransmitirem tudo o que lhes chega?

Será que não é sua missão fazer uma análise crítica da informação quando os intervenientes prestam declarações contraditórias? Não lhes compete ir procurar a “terceira via”?

Estas questões vêm a propósito da polémica que está a opor o Ministério da Educação (ME) e as editoras de manuais escolares.

O ME fala em alhos e as editoras respondem com bugalhos. Não consigo perceber qual é exactamente o problema, apesar de já ter ouvido várias notícias em diferentes canais televisivos.

Não se percebe se vai haver atraso nos manuais escolares do próximo ano, qual a causa desse possível atraso, quais os manuais que podem sofrer atraso… enfim não se percebe nada.

Como já é costume para o ME os maus da fita são sempre os outros. Até pode ser que sim, mas… como se dizia numa quadra de um texto de um antigo livro da instrução primária.

Coitado do mentiroso,

Mente um a vez, mente sempre.

Mesmo que diga a verdade

Todos lhe dizem que mente.

Se nos telejornais em vez de ouvirmos a um entrevistado, aquilo que o entrevistador já referiu que ele disse, que por sua vez o apresentador já tinha dito que ele diria, se visse um pouco mais de pesquisa sobre os assuntos abordados, talvez os intervenientes nas notícias fossem mais concretos e esclarecedores.

sinto-me:
publicado por Paulo às 14:29
link do post | favorito
|

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30