.links

.posts recentes

. A derrota

. Março de 2007. Lembram-se...

. O Estado a que chegámos

. O próximo passo

. Não será um caso de imped...

. O futuro está aí.

. Será que já batemos no fu...

. Uma acção de formação

. Três notas soltas

. Terminar a tarefa

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. (des)informação

. 1º ciclo

. aulas de substituição

. autarquias

. avaliação

. avaliação dos professores

. boatos

. carreira docente

. conselho das escolas

. conselho pedagógico

. dizer bem

. educação para a saúde

. educação sexual

. eduquês

. encarregado de educação

. ensino básico

. ensino secundário

. escola

. escolaridade obrigatória

. exames

. faltas dos professores

. gestão escolar

. horários

. indisciplina

. informática

. josé sócrates

. josé socrates

. manuais escolares

. ministério da educação

. ministra da educação

. política

. políticos

. professores

. programas

. prolongamento do horário

. provas de aferição

. rede escolar

. reuniões intercalares

. sindicatos

. sócrates

. tlebs

. violência nas escolas

. todas as tags

.número de visitas (desde 25/03/06)

Free Website Counter
Free Website Counter
Quinta-feira, 16 de Novembro de 2006

Défice de leitura

Alguém do Ministério da Educação referiu, no dia 5 de Outubro, que os professores que estavam na manifestação não tinham a lido a proposta de Estatuto da Carreira Docente apresentada pela tutela.

Respeitando tão fundamentada opinião, eu acrescentaria que também seria bom que no Ministério da Educação lessem o documento que propõem.

Na proposta de ECD, no art 35º  nº 4, referente às funções específicas de professor titular vem escrito na e): Orientação da prática pedagógica supervisionada a nível de escola.

Numa outra proposta de documento, que se encontra neste momento em “negociação”, sobre o “Regime jurídico de habilitação profissional para a docência” vem referido no artº 22, sobre a indicação dos “Orientadores Cooperantes”, que são os supervisores da Prática Pedagógica nos estabelecimentos de ensino:

Os orientadores cooperantes devem possuir competências adequadas às funções que vão desempenhar, prática docente nas suas áreas curriculares ou disciplinas nunca inferior a cinco anos e, preferencialmente, formação especializada , em supervisão pedagógica e formação de formadores e ou experiência profissional de supervisão.

No ECD o Ministério da Educação obriga que seja um professor titular, no outro diploma basta ter 5 anos de serviço.

Quem não leu o quê?...

publicado por Paulo às 00:32
link do post | favorito
|

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30