.links

.posts recentes

. A derrota

. Março de 2007. Lembram-se...

. O Estado a que chegámos

. O próximo passo

. Não será um caso de imped...

. O futuro está aí.

. Será que já batemos no fu...

. Uma acção de formação

. Três notas soltas

. Terminar a tarefa

.arquivos

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

.tags

. (des)informação

. 1º ciclo

. aulas de substituição

. autarquias

. avaliação

. avaliação dos professores

. boatos

. carreira docente

. conselho das escolas

. conselho pedagógico

. dizer bem

. educação para a saúde

. educação sexual

. eduquês

. encarregado de educação

. ensino básico

. ensino secundário

. escola

. escolaridade obrigatória

. exames

. faltas dos professores

. gestão escolar

. horários

. indisciplina

. informática

. josé sócrates

. josé socrates

. manuais escolares

. ministério da educação

. ministra da educação

. política

. políticos

. professores

. programas

. prolongamento do horário

. provas de aferição

. rede escolar

. reuniões intercalares

. sindicatos

. sócrates

. tlebs

. violência nas escolas

. todas as tags

.número de visitas (desde 25/03/06)

Free Website Counter
Free Website Counter
Terça-feira, 21 de Março de 2006

Os formulários nos exames

A informação 09(II)/05 do GAVE, relativo ao exame de Física e Química A inclui no seu texto o seguinte parágrafo.

“A prova inclui um formulário básico de Física e de Química e ainda uma Tabela Periódica.”

Entretanto o formulário surgiu, eu espantei-me com o conteúdo, expressei perante alguns colegas as minha dúvidas, mas provavelmente outros terão expressado as perplexidades mais alto, pois surgiu um esclarecimento no site do GAVE, sem data nem assinatura, de que cito a parte relevante:

“…No sentido de diminuir a componente de memorização na avaliação externa, optou-se por apresentar, em cada uma das referidas provas de exame, um formulário que inclui expressões que o examinando poderá utilizar na resolução de alguns itens.

No entanto, todas as expressões, conceitos e leis referidos nos Programas são passíveis de integrarem as provas de exame podendo constar, ou não, dos formulários.”

Sem dúvida que este “esclarecimento” nasce da reclamação por algumas fórmulas “básicas” não se encontrarem lá expressas.

Por “formulário básico” eu entendo um conjunto de fórmulas a partir das quais poderiam ser deduzidas todas as outras necessárias. Não é isso que sucede.

Algumas fórmulas ausentes da lista, não podem ser, de acordo com os programas, deduzidas das que são apresentadas.

Para que serve então um “formulário básico” que afinal não é básico?

Se não discuto de forma alguma que qualquer “fórmula” que esteja referida no programa possa estar no exame, já não compreendo que perante um “formulário básico” qualquer fórmula, que os autores da lista não consideraram básica, não possa ser deduzida das básicas.

Para mim é óbvia a contradição entre a informação 09(II) e o “esclarecimento”. O formulário deixou de ser “básico”.

Sem dúvida que alguém fez o “trabalho de casa”mal feito.

sinto-me:
publicado por Paulo às 22:09
link do post | favorito
|

.Abril 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30